quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

NASA descobriu sete novos planetas semelhantes à Terra, em um único e mesmo sistema solar




Sete planetas de tamanho da terra foram observadas pelo telescópio de espaço de Spitzer da NASA em torno de um pequeno, nas proximidades, super estrela anã chamada TRAPISTA-1.  Três destes planetas estão firmemente na zona habitável.

Durante 21 dias, Spitzer Space Telescope da NASA media a queda de luz como cada planeta passada na frente da estrela.

 Spitzer foi capaz de identificar um total de sete mundos rochosos, incluindo três na zona habitável, onde água líquida pode ser encontrada.

 O vídeo apresenta entrevistas com Sean Carey, gerente do centro de ciência de Spitzer, Caltech/IPAC; Nikole Lewis, cientista de projeto do James Webb Space Telescope, Space Telescope Science Institute; e Michaël Gillon, investigador principal, TRAPISTA, Universidade de Liège, Bélgica.

O sistema foi revelado através de observações do telescópio de espaço de Spitzer da NASA e o telescópio TRAPPIST (em trânsito de planetas e planetesimais( pequeno telescópio) baseados em terra, bem como outros observatórios terrestres. O sistema foi nomeado para o telescópio TRAPISTA.  Laboratório de propulsão a jato da NASA, Pasadena, Califórnia, gerencia a missão do telescópio espacial Spitzer para direcção de missão de ciência da NASA, Washington.

As operações são realizadas no centro de ciência de Spitzer Caltech em Pasadena.  Operações da nave espacial baseiam-se na Lockheed Martin Space Systems Company, Littleton, Colorado.

Dados são arquivados no infravermelho alojado no Caltech/IPAC.  Caltech gerencia JPL da NASA.

 Para obter mais informações sobre o Spitzer, visite :

http://www.nasa.gov/spitzer

http://spitzer.caltech.edu./

Nenhum comentário:

Postar um comentário